Notícia


Pular Links de NavegaçãoHome > Notícias > Notícia

5º Edição do Fashion Revolution Brasil Belo Horizonte 2018



[Lorem ipsum dolor sit amet.]
 

Por que precisamos de uma Revolução na Moda? Cinco anos após Rana Plaza. O que mudou?
Confira a programação!


De 24 a 27 de abril acontece a Semana Fashion Revolution Belo Horizonte, no Museu da Moda da capital, o Mumo-BH, no auditório da Escola de Design da UEMG e no Plural Espaço de Moda. O evento surgiu em decorrência do quarto maior desastre industrial da história, em 24 de abril de 2013, em Bangladesh, no edifício Rana Plaza, que desabou e matou 1.138 pessoas, deixando outras 2.500 feridas. As vítimas, que trabalhavam em fábricas que produziam roupas para grandes marcas globais, eram em sua maioria mulheres jovens e crianças. Nesse contexto, surge o Fashion Revolution, que torna-se um movimento de ativismo mundial, cujo objetivo é aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu real impacto, da produção ao consumo, para a economia, para o meio ambiente e, principalmente, para os direitos humanos de milhares de trabalhadores, que são explorados em condições análogas a trabalhos escravos, por grandes magazines do fast-fashion. Desde então, pessoas de todos os países têm se unido para usar o poder da moda para mudar o mundo. Atualmente, em 92 países, o Fashion Revolution desenvolve ações mobilizadoras e incentiva os consumidores a questionarem suas marcas favoritas, convidando-os à reflexão:

#quemfezminhasroupas? 

[Lorem ipsum dolor sit amet.]
 

No Brasil, o Fashion Revolution  já alcança várias capitais, sendo que o evento em Belo Horizonte está em sua 5ª edição, mas ainda é pouco pautado pela mídia local sobre o custo real das roupas sem qualidade, especialmente vindos de Bangladesh, Vietnã, Camboja e China. Na capital da moda mineira, a Semana Fashion Revollution BH vai promover debates com jornalistas, estilistas, advogados, professores e outros especialistas ligados ao setor da moda, além de oficinas e palestras, gratuitamente. O objetivo do evento é refletir sobre um consumo mais responsável e menos impulsivo, para além das tendências do fast fashion, cujo foco é apenas seduzir consumidores a comprar mais do que precisam, sem considerar os impactos sociais e ambientais. Alguns dados demonstram por que precisamos de uma revolução na moda: 20% da contaminação da água vêm do tingimento têxtil (Fonte: Textile Brochure, 2010), no mundo, 250 milhões de crianças trabalham na indústria têxtil (Fonte: OIT) e mais de 80% dos resíduos têxteis destinados aos aterros poderiam ser reutilizados (Fonte: WRAP 2015). Em 2018, a pauta central do Fashion Revolution é "Cinco anos após Rana Plaza. O que mudou?" e entre as mesas de debate que vão refletir o tema está “Comunicação, Moda e Políticas Públicas Culturais e de Sustentabilidade”. 

[Lorem ipsum dolor sit amet.]

 

Confira a Programação! 

Terça-Feira: 24 de abril:

Abertura:

Exposição “O custo real de um look sustentável”

Através do movimento de ativismo mundial, o Fashion Revolution, cujo objetivo é aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu real impacto, da produção ao consumo, para a economia, para o meio ambiente e, principalmente, para os direitos humanos de milhares de trabalhadores, surge a exposição “O custo real de um look sustentável”. Apresentando peças de diferentes marcas urbanas que fazem parte do cenário da moda mineira, a exibição visa repensar os processos de consumo inteligente e consciente, evidenciando as novas linguagens de produção e aquisição das roupas. Por meio das tags abertas e com o foco na transparência, o público pode ficar sabendo os custos reais de fabricação e venda, passando a se questionar sobre as técnicas manufatureiras.

Curadoria: Juliano Sá – Editor e produtor de Moda. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Fumec. Atualmente, assina campanhas, editoriais de moda e de produtos para empresas de moda, publicidade e propaganda e veículos do setor.

Horário: 9 às 21 horas, de 24 a 27 de abril - Local: Museu da Moda de Belo Horizonte (Rua da Bahia, 1149- Centro)

Mesa de debate 1:

“Moda e Direitos Humanos”

Moderação: Rafael Morais – Relações públicas, especialista em Cinema, fundador e diretor da Grama e Brasil Eco Fashion

Amanda Mendes - Formada em Design de Moda pela UNIBH, Consultora de Estilo e Imagem, proprietária do brechó vintage Dorotea e ativista do Slow Fashion.

Lívia Miraglia - Doutora em Direito do Trabalho pela UFMG. Coordenadora Clínica de Trabalho Escravo UFMG.

Daniela Queiroga - Psicopedagoga Especialista em Neurociências e Psicanálise aplicadas à Educação e Sócia da Libertees

Ricardo Cristian Santiago - Advogado especialista em Derecho de La Empresa Y de Los Negocios, pela Universitat de Barcelona

Local: Teatro de Bolso do MUMO – BH (Rua da Bahia, 1149- Centro) ?- Horário: 18h30 às 20 horas (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Filme 1:

“The True Cost”

Local: Teatro de Bolso do MUMO - BH Horário: 16 às 18 horas (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Ação: Troca de Roupas

O Projeto “Meu Seu” é de autoria do publicitário Joubert Garcia Cupertino. A ação se dará por meio de troca de peças, como acessórios, sapatos, óculos, bags, camisas, calças etc e acontecerá durante o evento Fashion Revolution, no dia 24 de abril, de 10 às 22 horas, no Mumo-BH. Cada participante será responsável pelas peças que levar, não havendo restrição quanto à quantidade. A ação acontece como em uma nova amizade: ambos devem concordar que a troca vai deixar todos felizes com as novas peças.

Local: Teatro de Bolso do MUMO - BH Horário: 16 às 21 horas durante os intervalos da programação.

Mesa de Debates 2:

“Moda, Comunicação, Políticas Públicas Culturais e de Sustentabilidade”

Moderação: Valéria Said Tótaro - Jornalista (PUC-MG), articulista, professora de Ética e pesquisadora de moda. Mestra em Estudos Culturais Contemporâneos (FUMEC), pós-graduada em Gestão Cultural (UNA) e ativista do Vintage Slow Fashion.

Luciana Duarte - Fundadora do site Moda Ética, professora e doutoranda em Engenharia de Produção. Realizadora do The Street Store e Pimp my Carroça, em Belo Horizonte.

Heloísa Aline - Jornalista, representante do setorial de Moda e Vestuário do Conselho Municipal de Cultura de Belo Horizonte (COMUC). Atualmente, é colaboradora do Caderno Feminino & Masculino, do jornal Estado de Minas, onde atuou por quase 30 anos na função de editora adjunta do caderno de moda. É proprietária e diretora da Salamandra Comunicação e Marketing, empresa que criou há oito anos, que assessora marcas conceituadas e eventos importantes do segmento mineiro.

Litza Mattos – Jornalista do jornal O Tempo, blogueira do site Moda Verde.

Stéfano Falcão - Advogado, membro da Comissão de Direito do Audiovisual, da Moda e da Arte da OAB- MG (Fashion Law). Sócio da Drummond & Neumayr Advocacia, escritório que, desde 1999, atua exclusivamente na área do direito do entretenimento (media and entertainment law).

Local: Teatro de Bolso do MUMO – BH (Rua da Bahia, 1149- Centro) Horário: 20 às 22 horas (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Oficina 1:

“Exercícios criativos do vestir: aprenda a otimizar o guarda-roupa e a evitar o consumismo”

Luiza Oliveira - Mestra em Comunicação Social. Trabalhou como produtora de moda autônoma para várias marcas mineiras. Foi docente dos cursos de Moda, Especialista em Coloração Pessoal e História e Repertório de Moda História da Moda Brasileira (Colóquio de Moda), Moda e Arte (Moda Documenta), Cultura Visual e Moda e Psicanálise (UFMG). É a fundadora da Plural Espaço de Moda.

Local: Plural Espaço de Moda – Av. Contorno, 6283. Sl 1605 - Savassi Horário: 14 às 17 horas (Espaço sujeito à locação) Obs: a oficina será oferecida novamente na quinta-feira, 26 de abril, no mesmo local, de 9 às 12 horas. Inscrições pelo Sympla: 24 de abril e 25 de abril.

Quarta-Feira: 25 de abril

Mesa de Debate 3:

“A importância da produção e consumo sustentável”

Moderação: Ana Luiza Silvan - Formada em Design de Moda na Estácio de Sá e estudante de Design Gráfico na UEMG. Experiência em fábricas e confecções.

Gabriela Marcondes - Consultora em Gestão socioambiental dos resíduos têxteis, Designer de Moda com 18 anos de trajetória profissional na área da indústria de confecção do vestuário, Pesquisadora e Professora Universitária com 16 anos de experiência acadêmica nos cursos de graduação em Design de Moda em B.H. e atualmente no curso de pós-graduação MBA em Direção Criativa de Moda.

Sandra Maia - Estilista da marca Tiê Moda Sustentável. Formada em Design pela UEMG e pós-graduada em Direção Criativa em Moda, pela Una. Atua na área de moda e sustentabilidade desenvolvendo pesquisas, consultorias e palestras.

Luiza Oliveira - Mestra em Comunicação Social. Trabalhou como produtora de moda autônoma para várias marcas mineiras. Foi docente dos cursos de Moda, Especialista em Coloração Pessoal e História e Repertório de Moda, História da Moda Brasileira (Colóquio de Moda), Moda e Arte (Moda Documenta), Cultura Visual e Moda e Psicanálise (UFMG). É a fundadora da Plural Espaço de Moda.

Juliana Hernandez - Mestranda em Direito do Trabalho pela UFMG. Advogada na Clínica de Trabalho Escravo UFMG

Local: Auditório da UEMG – Antônio Carlos, 7545 Horário: 19 às 21 horas (Ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla)

Oficina 2:

"Como será a nova indústria da moda?

A proposta dessa oficina é discutir o futuro da indústria da moda e consumo. Abordando tópicos de tecnologia, sustentabilidade, emprego, comportamento e planejamento estratégico da marca. Além de levantar questionamentos sobre como se preparar para essa mudança."

Local: Plural Espaço de Moda (Av. Contorno, 6283. Sl 1605 – Savassi) Horário: 15 às 17 horas (Inscrições pelo Sympla.)

Quinta-Feira: 26 de abril

Mesa de Debate 4

“Empreendedorismo, criatividade e colaboração na Moda”

Moderação: Ana Carolina Rodarte - Jornalista (UFMG), estudante de Design de Produto pela UEMG e entusiasta do Fashion Revolution, desde as suas primeiras edições no Brasil.

Fernanda Gomes - Publicitária e Produtora Gráfica e de Moda, CEO da startup Moda Selletiva Maíra Henrique - Cofundadora da Cinco Cinco, primeiro codressing do Brasil

Carolina Franco - Marketing do Corte Centesimal, especialista em Gestão Estratégica, com ênfase em Marketing e em Planejamento e Gestão Cultural Luísa Soares - Designer de Moda e Presidente da MUDE UFMG – Empresa Jr de Moda

Local: MUMO - BH (Rua da Bahia, 1149- Centro) Horário: 18h30 às 20 horas (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Filme 2:

“River Blue”

Local: Teatro de Bolso do MUMO - BH - Horário: 16 ás 18 horas (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Mesa de Debate 5:

“Moda, Tecnologia e Inovação”

Moderação: Lívia Monteiro - Publicitária, especialista em projetos e gestão cultural. Representante local Fashion Revolution BH.

Armando Junior - Especialista em Gestão Empresarial, Economia e Desenvolvimento de Líderes. Fundador da Startup HiPosition

Telma Barcellos Guimarães - Publicitária e fundadora do Modacad Startup de desenho industrial de Moda. Juliana Brasil - Fundadora da startup My Personal Stylist. Foi eleita na edição BH05 do Lemonade como a melhor empreendedora. A startup já participou dos programas de aceleração FIEMG Lab e SEED e do painel Shark Tank na FINIT 2018.

Local: MUMO-BH (Rua da Bahia, 1149- Centro) Horário: 20h15 às 21h45 (Entrada franca, mediante retirada de senhas 30 minutos antes)

Oficina de Modelagem Corte Centesimal 

Júnia Teixeira de Melo Franco - Assessora de Ensino do Corte Centesimal

Local: Plural Espaço de Moda (Av. Contorno, 6283. Sl 1605 – Savassi) Horário: 13 às 17 horas (Inscrições pelo Sympla.)

Sexta-Feira: 27 de abril

Palestra

“Utopia e Fragmentação na Comunicação de Moda Ética”

Luciana Duarte - Fundadora do site Moda Ética, professora e doutoranda em Engenharia de Produção. Realizadora do The Street Store e Pimp my Carroça, em Belo Horizonte.

Local: Auditório da UEMG – Antônio Carlos, 7545. Horário: 19h30 às 20h30 – Ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla.

Processando sua requisição
Por favor, aguarde...