Ir para conteúdo

Mestrado e Doutorado em Design divulgam o resultado do processo seletivo para as disciplinas isoladas

O Programa de Pós-Graduação Mestrado/Doutorado em Design divulga os selecionados para cursar disciplinas isoladas neste 2º semestre de 2019 e informa sobre os procedimentos de matrícula.

A matricula deverá ser realizada no dia 09 de agosto de 2019 na secretaria do Programa de Pós Graduação em Design, no horário de 09 às 11 horas e 14 às 16 horas.

A taxa de matrícula deverá ser paga por meio de depósito ou transferência bancária no valor de R$195,00 (cento e noventa e cinco reais), no Banco Mercantil do Brasil, agência 0142, conta corrente 02013453-2, em nome da Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais – FADECIT, CNPJ nº 01.166.492/0001-52.

Acesse:

Resultado Seleção Disciplinas Isoladas – Mestrado

Resultado Seleção Disciplinas Isoladas – Doutorado 

Formulário de Matricula em Disciplina Isolada

 

Tese defendida no último dia 8 de julho apresentou história inédita do design em Minas Gerais

A professora Giselle Safar fez sua defesa de tese no último dia 8 de julho durante a Semana de Pesquisa em Design e tornou pública sua pesquisa que registra e analisa importante momento da história do Design de Minas Gerais.

A banca de avaliação foi composta pela presidente da banca e orientadora Drª Maria Regina Alvares Correa Dias, pelo co-orientador Dr. Marcos da Costa Braga (USP), os membros externos Dr. Érico Franco Mineiro (UFMG) e Dra. Márcia Luiza França da Silva (UFMG) e os professores da Escola de Design Dra. Marcelina das Graças Almeida e Dr. Luiz Henrique Ozanan de Oliveira. Ainda estiveram presentes os membros suplentes Dra. Patrícia Delgado (CEFET) e Dr. Dijon Moraes Junior.

A tese de Giselle Safar, com o título Pioneirismo e inovação: a história do setor de desenho industrial do Centro Tecnológico de Minas Gerais – CETEC teve como objetivo, registrar a trajetória da criação do setor e analisar, de forma contextualizada, tanto essa trajetória quanto alguns de seus projetos, de forma a identificar aspectos que permitissem lhe conferir pioneirismo e inovação no âmbito do design em Minas Gerais.

Em outubro de 1972, foi criado o Setor de Desenho Industrial no âmbito da Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais/CETEC, oficialmente constituída em 21 de março do mesmo ano. Ao longo das décadas de 1970 e 1980, e até seu fechamento em 1989, o Setor de Desenho Industrial coletou experiências no atendimento à indústria e na realização de pesquisas e projetos para os setores público e privado do Estado, bem como órgãos de fomento federais. O registro dessas experiências e o estabelecimento da relação entre os aspectos do contexto e os acontecimentos que marcaram a história do Setor, se justificaram por constituir oportunidade para a ampliação dos estudos na área de História do Design no Brasil, particularmente em Minas Gerais.

Professora Giselle Safar durante sua apresentação para a banca. Foto Luiz Rocha.

 

Giselle Safar entre seus orientadores e os membros da banca ao término da defesa. Dijon Moraes Jr., Regina Dias, Giselle Safar, Marcos Braga e Márcia França (sentados) e Marcelina Almeida, Patricia Delgado, Luiz Henrique Ozanan e Érico Franco Mineiro (em pé). Foto Luiz Rocha.

Professora Nadja Mourão fez sua defesa de tese no último dia 25/06

Como o design pode contribuir para o aprimoramento das tecnologias sociais? Com esta indagação a aluna de doutorado do PPGD Nadja Maria Mourão fez a sua defesa de tese no dia 25/06 na Escola de Design.

A banca de avaliação foi composta por 8 doutores: a presidente da banca e orientadora Drª Rita de Castro Engler, os membros externos: Dr. Róber Dias Botelho (UFJF), a Dra. Fernanda Vasconcelos (UFMG), os membros internos aos Programa: Dra. Sebastiana Bragança Lana e Eduardo Romeiro Filho e os professores da Escola de Design. Dr. Luiz Henrique Ozanan de Oliveira, Dra. Rosangela Mendonça e Dr. Marcelo Andrade.

A tese de Nadja Mourão, com o título: Tecnologias Sociais e Design: diretrizes para empreendimentos sociocriativos teve como objetivo identificar e sistematizar diretrizes, a partir de projetos em tecnologias sociais, que pudessem contribuir para a geração de empreendimentos sociocriativos. Sua importância reside no fato das tecnologias sociais atualmente se apresentarem como alternativas simples, de baixo custo, replicáveis e de impactos positivos para solução de problemas da sociedade nas áreas da educação, inclusão social, meio ambiente, energia, alimentação, habitação, saúde, trabalho, entre outros. As diretrizes apresentadas pela professora Nadja constituem condutas assertivas e promissoras que podem viabilizar o sucesso de um empreendimento sociocriativo.

 

Prof. Nadja Mourão durante a apresentação de sua tese. Foto: Ronion Batista

Rober Botelho, Fernanda Vasconcelos, Rosangela Mendonça, Nadja Mourão, Rita Engler, Luiz Ozanan, Eduardo Romeiro, Sebastiana Lana e Marcelo Andrade após o encerramento da defesa. Foto: Ronion Batista

Modelo de aplicação das diretrizes, 2019 Imagem cedida pela professora Nadja Mourão

Você está sem conexão com a internet